Brasão de Porto Ferreira

Descrição Heráldica
O Brasão de Porto Ferreira, instituído pelo Decreto nº 388, de 22 de Julho de 1961, foi criado pelo prof. Antonio Paim Vieira, que assim o descreveu, heraldicamente:
" Escudo português tripartido. Em chefe: em campo de blau, duas flechas de ouro, em aspas, carregadas de um gládio de prata. Uma faixa ondulada, de prata com dois peixes do mesmo metal, de dextra para senestra. Em ponta: em campo de goles, uma ancora de ouro, tendo à dextra um malho do mesmo metal e à senestra uma flor de liz de prata. O paquife é constituído de ramos de café frutado, ramos de algodão, com flores e capulhos e espigas de cereal, tudo de suas cores. Unindo os ramos, uma roda denteada de ouro carregado do listel com a inscrição latina: "Nomen Prodit Virtutem Gentis". Encima do brasão uma coroa mural de ouro, de quatro torres, com três meias e sua porta cada uma".

Descrição Popular
É do mesmo autor a descrição popular:
"Ao alto, sobre a cor azul, duas flechas de ouro cruzam-se em "X", tendo, sobre o vértice, um gládio de prata. As flechas simbolizam São Sebastião, padroeiro celeste do lugar(daí a cor azul). O gládio de prata exprime a dignidade militar de São Sebastião, e também, lembra o brasão do Estado de São Paulo, a que o município pertence. A faixa de prata, com ondulações e dois peixes, é a imagem parlante do ri Moji Guaçu, que banha a Cidade, com sua abundancia de pescado. Na base do escudo, sobre fundo vermelho, que simboliza a terra, uma ancora dourada exprime a idéia de "porto". Aos seus lados estão: um malho dourado, que recorda o apelido de "Ferreira", e uma flor de liz de prata, que recorda o apelido "Araújo", homenageando, assim, os dois mais antigos moradores do lugar, pioneiros do seu desenvolvimento. Os lados do brasão são ornamentados com ramos de café frutificados, ramos de algodão com flores e capulhos e espigas de arroz, exprimindo sua produção agrícola. O listel azul passa por sobre uma roda denteada, de ouro, que une os ramos, a qual significa o progresso industrial do lugar. No listel lê-se a inscrição latina: "Nomen prodit virtutem gentis", cuja tradução é: o nome (Ferreira) ostenta a virtude (ou têmpera) de sua gente (filhos). O escudo é encimado pela coroa mural dourada, como é de praxe em todos os brasões das cidades".