Hino à Porto Ferreira

História

Nosso Hino oficial surgiu da iniciativa do Prefeito Joaquim Coelho Filho, que no dia 25 de fevereiro de 1962, em entrevista ao Jornal "P Ferreirense", manifestava o desejo de promover um concurso, ao qual poderiam concorrer todos os interessados, desde que residentes em Porto Ferreira.
Feita a regulamentação, o concurso deu-se no dia 29 de setembro de 1962, na sede da Corporação Musical Santa Cecília.
Com a música do maestro Prof. Rubens Parada e letra do Prof. José Eugênio Colli, o Hino a Porto Ferreira tornou-se oficial pela lei n° 446 de 28 de novembro de 1962.

"Hino à Porto Ferreira"
Letra - José Eugênio Colli
Música - Rubens Parada




[
Outrora, entre vergéis, quando escondida,
a História em teus caminhos perfilou;
fôste, por certo, a Bela Adormecida;
que, o beijo do Futuro, despertou.
Contemplaste o passado e, da saudade,
teu povo uma cidade edificou.

   Salve, Porto Ferreira,
   doce rincão que, aos filhos, traz orgulho!
   Bendita seja a data sobranceira,
   vinte e nove de julho!




[
Hoje a industria é o teu lema, e por recesso
tens, de escolas, o pálio altivo e são.
- Chaminés, monumentos do progresso!
- Estudantes, bandeiras da instrução!
Nos lampejos dos livros e do malho
tu fazes, do trabalho, uma canção.

   Salve, Porto Ferreira,
   doce rincão que, aos filhos, traz orgulho!
   Bendita seja a data sobranceira,
   vinte e nove de julho!





[
Salve ó Porto Ferreira da esperança!
Deus conserve bons fados para ti,
que hás de ser, hoje e sempre, na pujança,
a capital do Vale do Mogi!
Se teu povo te eleva na conquista,
é que, a seiva paulista, vibra em ti.




Obs: Contamos aqui com a opção de download do Hino no formato ".MP3". Clique aqui.