Seção de Controle de Vetores participa de palestra sobre cuidados com escorpiões

Saúde
    11 de julho de 2019

 

Por meio de convite do Centro de Controle de Vetores e Fauna Sinantrópica, a equipe de endemias da Seção de Controle de Vetores de Porto Ferreira participou da 1ª Semana de Escorpionismo de Araraquara, realizada entre os dias 24 e 28 de junho.

A equipe teve a oportunidade de agregar conhecimentos referentes à presença de escorpiões em área urbana, que têm sido motivo de grande preocupação em todos os municípios da região, assim como em Porto Ferreira.

A palestra foi realizada pelo biólogo Rodrigo Ilho e pelo herpetólogo Edson Maria Torres, profissional que possui 40 anos de trabalho na prefeitura de Araraquara, sempre ligado ao controle de animais peçonhentos, em especial os escorpiões.

Na ocasião, além da apresentação dos artrópodes, espécies, evolução, comportamento, biologia e morfologia, foram reforçadas as medidas preventivas e cuidados para evitar o abrigo desses escorpiões, e principalmente sobre a ineficácia do uso de inseticidas para controle.

Após a palestra, a equipe também esteve nas instalações da sede do Controle de Vetores de Araraquara, localizada no Parque Pinheirinhos, onde pôde conhecer o biotério, viveiro em que se conservam animais em condições adequadas à utilização em experimentos científicos ou que serão enviados para o Butantã para produção de vacinas e soros. Também foi apresentado à equipe o manejo dos escorpiões e cobras e a importância da coleta de veneno pelos laboratórios responsáveis pela fabricação de soro para utilização em casos de acidentes.

O evento foi de grande importância para atualização e capacitação da equipe de endemias, reforçando os conhecimentos e habilidades para a execução das vistorias e ações de controle e orientações à população já disponibilizados pela Seção de Controle de Vetores de nosso município.

Escorpião

Espécie mais encontrada em Porto Ferreira, o escorpião amarelo Tityus serrulatus é um aracnídeo que possui hábitos noturnos, pois durante o dia o sol pode matá-lo rapidamente por desidratação.

Os escorpiões alimentam-se de insetos como baratas, grilos, cupins e aranhas e escondem-se embaixo de pedras, tijolos, telhas, galerias de esgoto e ralos, embaixo de folhas e galhos. O descarte de lixo e entulho de construção em terrenos baldios favorece o aparecimento de escorpiões devido à disponibilidade de alimento e abrigo nesses locais.

É necessário também a vedação de ralos e colocar rodinhos nas portas de residências, vedar também grelhas dos ralos pluviais para impedir o acesso dos escorpiões ao interior das casas.

Em caso de picada de escorpiões, procure imediatamente o Pronto Socorro Municipal, onde serão disponibilizados os atendimentos necessários para os casos de acidentes.


Cléber Fabbri – MTb 30.118

Assessoria de Comunicação, Cerimonial e Eventos

clique na foto para ampliar