Porto Ferreira confirmou 162 casos de dengue em menos de uma semana

A maioria se refere às notificações ocorridas ainda no mês de abril

Porto Ferreira confirmou 162 casos de dengue em menos de uma semana

A Seção de Controle de Vetores da Secretaria de Saúde de Porto Ferreira divulgou nesta quinta-feira (09/05) uma nova atualização sobre os casos e notificações de dengue e outras arboviroses no município. A situação continua preocupante.

Desde a última sexta-feira (03/05) foram confirmados mais 162 casos de dengue, o que eleva o número total no ano para 811 positivos. Entretanto, não se pode afirmar que está ocorrendo um aumento de infestação, uma vez que havia um número muito grande de exames aguardando resultados na semana passada (mais de 500). Hoje, esse número caiu para 50 suspeitas aguardando por resultados.

Assim, a maioria dessas confirmações são referentes ao mês de abril, que já soma 497 positivos e é o mês com maior número de casos até agora. Em maio, são 19 confirmações até esta quinta-feira.

941aaef2-6b14-4b92-a42f-7a0dcbbedb97

O trabalho dos agentes de controle de vetores segue intenso nos bairros. Eles realizam visitas e vistorias em imóveis de segunda a sexta-feira, das 7h às 17h, e aos sábados, das 7h30 às 12h. Portanto, a orientação é para não receber qualquer visita fora destes horários. Mesmo durante o horário de expediente, se o morador estiver em dúvida sobre a identidade do agente, basta ligar para o telefone (19) 3581-2299, mesmo aos sábados.

O número de pontos com larva do mosquito foi considerado “alarmante” em várias regiões da cidade. Portanto, a situação exige uma ação imediata também por parte da comunidade, que deve vistorias seus imóveis e retirar qualquer tipo de objeto que possa acumular água parada, local onde o mosquito se reproduz.

A recusa em permitir a entrada dos agentes de controle de vetores também é preocupante, pois contribui para a proliferação do mosquito, vetor não só da dengue, mas também da zika e chikungunya.

Além disso, é fundamental estar atento aos sintomas da dengue, como febre, dor no fundo dos olhos, dor no corpo, vômito, diarreia e manchas avermelhadas e procurar assistência médica rapidamente ao apresentá-los. O diagnóstico precoce e o tratamento adequado podem salvar vidas.

A prevenção da dengue é responsabilidade de todos. É essencial que cada cidadão faça a sua parte, adotando medidas simples, como a eliminação de recipientes que possam acumular água em suas casas, e colaborando com as ações de controle realizadas pelas autoridades de saúde.

Assessoria de Comunicação, Cerimonial e Eventos